Doação de Sangue

Orientações para doadores de sangue

Há critérios que permitem ou que impedem uma doação de sangue, que são determinados por normas técnicas do Ministério da Saúde, e visam à proteção ao doador e a segurança de quem vai receber o sangue.

O doador deve...

• trazer documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho, certificado de reservista, carteira do conselho profissional ou carteira nacional de habilitação);
• estar bem de saúde;
• ter entre 16 (dos 16 até 18 anos incompletos, apenas com consentimento formal dos responsáveis) e 69 anos, 11 meses e 29 dias;
• pesar mais de 50 Kg;
• não estar em jejum; evitar apenas alimentos gordurosos nas três horas que antecedem a doação.

Impedimentos temporários

• Febre
• Gripe ou resfriado
• Gravidez
• Pós-parto: parto normal, 90 dias; cesariana, 180 dias
• Uso de alguns medicamentos
• Pessoas que adotaram comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis

Cirurgias e prazos de impedimentos

• Extração dentária: 72 horas
• Apendicite, hérnia, amigdalectomia, varizes: três meses
• Colecistectomia, histerectomia, nefrectomia, redução de fraturas, politraumatismos sem seqüelas graves, tireoidectomia, colectomia: 6 meses
• Ingestão de bebida alcoólica no dia da doação
• Transfusão de sangue: 1 ano
• Tatuagem: 1 ano
• Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina

Impedimentos definitivos

• Hepatite após os 11 anos de idade
• Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: hepatites B e C, Aids (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas
• Uso de drogas ilícitas injetáveis
• Malária

Intervalos para doação

• Homens: 60 dias (até 4 doações por ano)
• Mulheres: 90 dias (até 3 doações por ano)

Fonte: INCA